Google+ Followers

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Qual é a mensagem?


Jesus começou a ensinar outra vez na beira do lago da Galiléia. A multidão que se ajuntou em volta dele era tão grande, que ele entrou e sentou-se num barco perto da praia, onde o povo estava. Jesus usava parábolas para ensinar muitas coisas. Ele dizia:

 — Escutem! Certo homem saiu para semear. E, quando estava espalhando as sementes, algumas caíram na beira do caminho, e os passarinhos comeram tudo. Outra parte das sementes caiu num lugar onde havia muitas pedras e pouca terra. As sementes brotaram logo porque a terra não era funda. Mas, quando o sol apareceu, queimou as plantas, e elas secaram porque não tinham raízes. Outras sementes caíram no meio de espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas. Por isso nada produziram. Mas as sementes que caíram em terra boa brotaram, cresceram e produziram na base de trinta, sessenta e até cem grãos por um.

E Jesus terminou, dizendo:

— Se vocês têm ouvidos para ouvir, então ouçam.                          Marcos 4:1-9


     Muitas vezes vemos palavras sobre os diferentes ouvintes que recebem a mensagem de Deus, mas eu quero falar um pouco das diferentes mensagens que tem chegado aos ouvintes. Sem nos dar conta, muitas vezes transmitimos uma mensagem sem eficácia e sem ser o verdadeiro evangelho.
    m para você. Aquilo que te faz viver e crescer a cada dia.
Uma das mensagens que transmitimos é como aquela lançada na beira do caminho, onde engodamos a mensagem que vamos transmitir, ou seja, logo que a transmitimos o diabo vem e já tira da mente da pessoa, pois não foi fundada. É do tipo de mensagem que falamos, a pessoa até ouve com aquela cara de paisagem, mas não a retém, não pela ineficácia do evangelho, mas por não ser o verdadeiro evangelho transmitido. Outro tipo de mensagem que pregamos as vezes é do tipo lançada em meio a pedras onde priorizamos apelos ou ameaças dentro dessa mensagem. Muitas vezes as pessoas aceitam logo de cara, mas esse aceitar vem pelo mero emocionalismo ou por pressão de momento, pois assim que surgem algumas dificuldades, tudo aquilo que ela ouviu ou aceitou vai embora, ou seja, uma mensagem que ficou na sua memória de curto prazo e que não chegou até o se coração.

     Um terceiro tipo de mensagem que transmitimos, e é a que fazemos com mais frequência entre todas, é entre espinhos. Por que é a que mais transmitimos então? Porque é o tipo de mensagem "é assim que é, deixa quieto", e porque digo que é assim? Porque é a mensagem que constantemente levamos aqueles que estão na igreja ou afastado. Uma mensagem longe do evangelho de Cristo, que se conforma com as situações dos indivíduos. Por isso eles colocam faculdade, lazeres, namoro e outras coisas mais acima das coisas de Deus. Até mesmo redes sociais em seus quartos se tornam mais importantes que estar na igreja e ouvir a palavra de Deus. Por isso enfatizo que devemos realmente pensar no que estamos transmitindo e como, pois o problema não está somente no ouvinte, mas principalmente em nós que temos a responsabilidade de levar o Evangelho a frente.
     E por último, há aquela mensagem que Cristo espalhou enquanto esteve aqui. Uma palavra não somente de amor, mas com todas as verdades. A verdade não só liberta como também incomoda. Nossa mensagem não deve estar carregada somente de amor, mas também de esperança, de redenção, de misericórdia e sobretudo de Cristo, ou seja, do seu sacrifício, da sua vontade, do seu poder e da responsabilidade que é ser filho de Deus. Essa era a mensagem que Jesus trouxe aqui e nos deixou como exemplo. Vamos nos afastar daquilo que nos afasta de Deus. Há pouco tempo pra semear, mas muito campo para plantar. Compartilhe daquilo que é bo
    Vamos deixar de lado a timidez, medo, vergonha e ter mais atitude na transmissão da palavra. Procure sempre conhecer pra quem você vai falar, não digo saber tudo sobre a pessoa, mas um pouquinho sobre ela, pra saber aplicar da melhor forma a palavra e saber como ir. Não vamos deixar de aproveitar as oportunidades, elas são únicas, não são coincidências como diz o mundo aí a fora. Jesus quer ser revelado integralmente através da sua vida. Deus abençoe.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Essa é a verdade!


     A cada dia tem aumentado a forma como o diabo converte verdades em mentiras e mentiras em verdades. Quantos princípios foram perdidos? E quantos tem sido negociados? É só você olhar ao seu redor e ver como as pessoas se comportam, como falam e como percebem as situações.
     É engraçado como as pessoas dizem que amam a Deus hoje em dia, pois se amam Deus desse jeito, eu tenho pena das pessoas que amam. Hoje pela manhã vi uma postagem dizendo que o diabo não existe assim como Deus não existe e que ambos são invenções do homem. Mais uma vez eu digo, é muito mais fácil você questionar a existência de Deus do que uma bosta de uma explosão que deu origem a tudo. O medo maior das pessoas é confrontar dentro de si essa dúvida e não confrontam, pois sabem que se, de coração, colocaram isso a prova, Deus irá se revelar a elas, quebrando tudo o que ela acreditava e vivia até o momento, mas o orgulho é tanto que acham que não vale a pena. Agora outro lado da moeda estão os cristãos que se deixam levar por diversos fatores para uma fé vazia; uma fé medíocre. Não há mais importância para aquele casal de namorados que transam antes do casamento, para aqueles jovens que vão em baladas nos fins de semana, para aqueles que ficam com um ou outro toda semana, que não medem palavras nas rodas de conversas e outros casos mais. O diabo primeiro põe a dúvida na cabeça: "mas será que pecado?", depois de um tempo vira: "não deve ser".
     Líderes, pastores, amigos, familiares, seja quem for, não exortam mais os outros a uma vida melhor. Para muitos ainda uma vida melhor e dedicada a Deus se resume a não fumar, não beber e não sair para baladas. Mas será que é isso que Deus requer da gente? Só isso? Ou requer somente que doemos comida na rua para aqueles que tem fome? Ou que todo mês vamos no altar e depositemos o dízimo? Tudo isso sim, mas vai muito além disso. Precisamos voltar a levar esperança para as pessoas. Há milhões de pessoas dentro de igrejas sem esperança, enganadas por falsos mestres, falsos pastores, um falso cristianismo. Temos que voltar ao Evangelho de Cristo e parar de viver o evangelho dos "Joãos", "Josés", "Edirs", "Valdemiros" e outros de hoje. O diabo também cura, também traz dinheiro e poder pra sua vida, porém isso lhe custará muito caro, a você e indiretamente a pessoas que você tem contato direto.
     Passou da hora de entendermos que essas mãos são para trabalhar para Deus; são para apoiar no chão na hora do perdão e arrependimento; para folhar a bíblia ao ler ela diariamente; Se o Brasil está a merda que está é porque as pessoas ainda não conhecem a Cristo e os que conhecem estão negligenciando a sua graça e a cada dia martelando os pregos em Cristo. É hora de renunciar as próprias vontades. De dizer não aquilo que o diabo tenta por na sua mente, pois Feliz é aquele que continua fiel nas provações, aflições e tentações. A maior luta é contra nós mesmos diariamente. Morra pra sim mesmo como Jesus morreu por você. Não foi fácil, não foi sem dor, não foi sem propósito. Assim como pessoas esperam mais de você diariamente, Deus espera mais e sabe que você pode mais, pois é Ele quem capacita. Muitos sorrisos, muitos consolos e muitas mudanças na vida da pessoa depende de você e de mais ninguém. Creia nisso e viva para Cristo somente.