Google+ Followers

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Quais os frutos da tua vida?

Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada. Quem não ficar unido comigo será jogado fora e secará; será como os ramos secos que são juntados e jogados no fogo, onde são queimados. Se vocês ficarem unidos comigo, e as minhas palavras continuarem em vocês, vocês receberão tudo o que pedirem. E a natureza gloriosa do meu Pai se revela quando vocês produzem muitos frutos e assim mostram que são meus discípulos. Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês. Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar. JOÃO 15:5-10

Diariamente estamos sujeitos á vários cortes. Pra quem é estudante e tem uma bolsa de estudos, seu maior medo é receber o corte dessa bolsa. Para um pai de família seu medo é receber um corte no salário ou até mesmo ser cortado da empresa. Para um jogador de futebol, ser cortado antes de um jogo importante, e por aí vai. Como vemos, podemos estar sujeitos a esses cortes ao longo das nossas vidas. Contudo, há um corte muito mais sério que cada vez ignoramos mais: SER CORTADO DO REINO DE DEUS!
Quando sentimos que estamos sujeito a receber o corte na bolsa de estudos, geralmente começamos a nos dedicar mais aos estudos. Ser mais diligentes com livros e trabalhos. Se for referente ao nosso emprego, começamos a corrigir o que achamos estar errado em nossa conduta como funcionários visando ser o melhor para nosso chefe. E para nosso chefe lá do céu? Quando estamos nos desviando Dele e deixamos de produzir frutos, o que fazemos? Geralmente abre um vazio enorme dentro da gente que começa a ser preenchido diariamente com toda sorte de imundícias e coisas passageiras.
Diante desse vazio há duas escolhas: após reconhecer o vazio que se instaurou em você, imediatamente se humilha diante de Deus e joga tudo pra fora e começa a se voltar para a sua Palavra e cria um “jardim de oração” para começar a preencher esse vazio somente com coisas vindas do alto. A outra possibilidade é reconhecendo ou não esse vazio, ignorá-lo eu aumentá-lo a cada situação da sua vida. Temos o costume de dizer que hoje em dia ouvimos muitas vozes ao nosso redor que fica difícil distinguir a voz de Deus, mas não existe essa de muitas vozes, e sim duas: uma de Deus e outra do mundo. A intensidade e poder da voz de Deus sobre sua vida independem do vazio ou do quão longe você está Dele, a voz de Deus é A VOZ e ponto final. O que pode aumentar ou diminuir conforme esse vazio é a voz do mundo, você vai ditar o tamanho e intensidade dela conforme a sua busca pra preencher esse vazio.
Um fato preponderante para saber se um vazio vai se instaurar em você é pelos seus frutos. Faça uma autoanálise e veja se você está arraigado em Deus, como um ramo está numa árvore. Quais frutos você tem dado? Não querendo ser duro, mas já sendo, você é do tipo de pessoa que busca a Deus quando surge uma dificuldade somente? Ou também, é do tipo de pessoa que está todo fim de semana na igreja vivendo “em santidade e adoração” e durante a semana vive uma merda de vida, cheia de imundícia, mentiras e rancor? Você só poderá obedecer a Deus e dar frutos se tiver unido com Ele. Quando sua vida de meditação na palavra for mais que um fim de semana na igreja, ou 5, 10 minutos diários. Quando sua vida de oração for maior que 2 minutos quando acorda e mais 5 minutos antes de dormir. Você só poderá ser livre de rancores e capaz de amar quando entender que o seu amor á Cristo não é nada, mas que o Seu amor para conosco é completo e perfeito, prova disso é o sacrifício na cruz por nós. Deus espera muito mais de nós. Ele quer muito mais de nós diariamente, é por isso que Ele nos capacita e nos ama!
Muitas vezes Deus permite que exista esse vazio em nós para que Ele possa nos esvaziar de nós mesmos. Você lê a palavra, mas não absorve nada, ouve pregações e não recebe nada, ora e não passa do teto, é porque você está precisando se esvaziar de você mesmo. Ter esse sentimento de vazio e falta de paz é horrível, mas não é o fim do mundo. O fim de tudo é você ser cortado por não produzir os devidos frutos. É você não permanecer Nele. Se não permanecermos Nele não poderemos cumprir qualquer mandamento nem amar ninguém sinceramente, pois esses atributos vêm diretamente de estar arraigado em Cristo, pois Ele está arraigado com o Deus Pai.
Espero que possamos levar mais a sério a possibilidade de ser cortado do reino dos céus, mais do que cortes terrenos. Vamos nos esvaziar de nós mesmos e parar de correr atrás de tudo que corremos até hoje. Vamos impedir que esse vazio tome nossa alma, ou se já se tomou, que o preenchamos com tudo que vêm de Deus, e nada mais. Que nossa vida seja em prol do crescimento e expansão do reino, e as demais coisas virão com o tempo e permissão de Deus. A Paz de Cristo!


Aqui está mais uma vez entre duas escolhas
Na sua cabeça você ouve duas vozes diferentes
Vire homem ou torne-se um escravo
Veja seus sonhos se transformarem em pó

Você fez sua escolha e jogou fora seus sonhos
Quando você vai ver seu próprio sofrimento?
Você veio para acabar com essa dor dentro de mim
Dê um fim nisso e retome sua vida

Não se entregue de novo e não caia!
Quando a vontade pelo vício voltar, esteja firme!
Eu vi como os vícios tomam controle
E rapidamente consomem o que resta da sua alma!

Você fez sua escolha e jogou fora seus sonhos
Quando você vai ver seu próprio sofrimento?
Você veio para acabar com essa dor dentro de mim
Dê um fim nisso e retome sua vida

Você é mais amado do que jamais será capaz de entender
O seu propósito vai muito além disso!
Você tem mais valor que as estrelas do céu!
Entregue-se aos braços que você tanto resiste!